holidays-portugal.eu
  • English
  • Français
  • Deutsch
  • Português
Google Map

>

Sertã

Segundo a lenda, a Sertã deve o seu nome à mulher de um nobre lusitano que, após a morte do marido numa luta contra os romanos, atirou das ameias do castelo uma sertã (frigideira) cheia de azeite a ferver por cima dos romanos, forçando-os assim a retirar.

O castelo, fundado pelos romanos, pertenceu à Ordem dos Templários e posteriormente a outras Ordens religiosas e militares, que muito contribuíram para o povoamento da região como as do Hospital, de Malta e do Crato. Está hoje parcialmente em ruínas, sendo no entanto um excelente miradouro sobre a vila. A não perder, a Igreja Matriz do séc. XV, em cujo interior de poderá admirar a talha barroca, e os azulejos do séc. XVI e XVII.

A região, banhada pelas ribeiras de Amioso e da Sertã e pelas albufeiras do Rio Zêzere - Castelo de Bode, Cabril e Bouçã - está inserida na maior mancha florestal da Europa, sendo portanto uma zona em que o verde e o azul imperam e onde se poderá encontrar o cenário ideal para o repouso em contacto com a natureza ou para a prática do turismo activo, com realce para os diversos desportos náuticos.

Dos pratos típicos destacam-se os famosos maranhos, o bucho recheado e os enchidos. Na doçaria, de referir os cartuchos de amêndoa e as merendas doces.

As Festas de São João (24 de Junho) e de São Pedro (29 de Junho) animam as ruas da vila com as suas fogueiras, destacando-se no entanto outras Festividades como as de Nossa Senhora dos Remédios (14 e 15 de Agosto) e as cerimónias da Semana Santa.

ANZEIGE

Sertã

ANZEIGE